Tomada de posse

Presidente da Câmara de Gondomar diz que regionalização deve ser "desígnio nacional"

Presidente da Câmara de Gondomar diz que regionalização deve ser "desígnio nacional"

Marco Martins, que tomou esta quarta-feira posse para o terceiro e último mandato como presidente da Câmara de Gondomar, considerou que a regionalização deve ser um "desígnio nacional".

"No que estiver ao meu alcance, tudo farei para que seja uma realidade nos próximos anos", afirmou o socialista, em sintonia com outros autarcas do partido, como Eduardo Vítor Rodrigues (Gaia) e Luísa Salgueiro (Matosinhos). Para Marco Martins, a regionalização permite "aproximar a decisão das regiões", "o acesso aos órgãos de poder" e "que a gestão possa ser feita por quem conhece melhor" as realidades locais.

Fixar população

"Queremos mesmo fazer a diferença na vida das pessoas, atraindo para Gondomar novos públicos e fixando população. Temos também a obrigação de mostrar que Gondomar está ao nível dos melhores na Área Metropolitana, e que é um concelho do primeiro anel", destacou Marco Martins, no seu discurso. Para um mandato em que contará com sete vereadores (reforçou a maioria), optou por trocar os pelouros dos autarcas.

Assim, Aurora Vieira, até aqui vereadora da Educação, vai ter a seu cargo o Atendimento Municipal e Modernização Administrativa. Já o vice-presidente, Luís Filipe Araújo, "herda" a Educação.

Cláudia Vieira passa a ser adjunta do presidente para a Gestão do Território e Planeamento Estratégico, enquanto Sandra Almeida, que tinha o Desporto, vai passar a dedicar-se ao Turismo e ao Património. A estreante Ana Luísa Gomes acolhe os Recursos Humanos e o Ambiente, e José Fernando Moreira passa a ser responsável pelo Desporto e Habitação Pública.

Já o presidente, além da Proteção Civil e Planeamento Estratégico e Estratégia Local de Habitação, fica responsável pelo "megapelouro"de Gestão do Território, que junta Planeamento, Urbanismo e Obras Municipais.

PUB

Marco Martins comentou ao JN que "a mudança permite uma nova visão, um outro olhar sobre cada área e novas formas de abordagem"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG