O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Transplantada espera há quatro anos por casa social em Gondomar

Transplantada espera há quatro anos por casa social em Gondomar

Maria La Salete, transplantada de coração e pulmões, espera há quatro anos por uma habitação social da Câmara de Gondomar. O desespero agudizou-se agora, porque o senhorio tem pedido com insistência para que deixe o local onde vive atualmente e La Salete não tem alternativa. A Autarquia garante que a munícipe terá uma habitação "tão cedo quanto possível".

Em 1993, Maria La Salete foi diagnosticada com hipertensão pulmonar, associada a cardiopatia congênita, uma patologia que a obrigou a ser transplantada sete anos mais tarde. Após a operação, os "anos que se seguiram não foram amigáveis" para a doente que vive, desde então, com um atestado de incapacidade permanente e global de 80%.

Sem trabalhar e a "sobreviver" com rendimentos baixos, a gondomarense, que entretanto se divorciou, viu a casa ser penhorada pelo banco em 2011. Nessa altura, o atual senhorio foi uma ajuda providencial: "Abriu-me as portas desta cave [adaptada para habitação] depois de saber da minha situação".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG