Exclusivo

Disparam pedidos de ajuda a centro pioneiro que trata ouriços na Maia

Disparam pedidos de ajuda a centro pioneiro que trata ouriços na Maia

Único centro de tratamento da Península Ibérica já recebeu, este ano, 74 animais. Número de pedidos de ajuda disparou.

O "Vermelho" e o "Branco" foram dois dos seis ouriços recém-nascidos resgatados em Santo Tirso, no início de junho. A mãe estava morta e as crias com fome e desidratadas. Os animais foram salvos pelo Centro de Recuperação e Interpretação de Ouriços (CRIDO), o único dedicado à espécie em Portugal e na Península Ibérica. Este foi um dos inúmeros pedidos de ajuda recebidos desde a abertura do espaço, a 20 de abril. "O telefone tem vindo a tocar cada vez mais", explica Clarisse Rodrigues, que com Tiago Vieira coordena o centro, e até agora tratava dos ouriços na própria casa.

Os animais acolhidos são treinados para regressar à natureza. "Vermelho" e "Branco" - cores com que os espinhos foram pintados para os distinguir - estão quase a ser devolvidos ao seu habitat natural.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG