Exclusivo

Parcómetro retirado em rua da Maia dá origem a polémica

Parcómetro retirado em rua da Maia dá origem a polémica

Ex-responsável acusa empresa de favorecer vereador. EMEM nega e diz que em causa está a pouca utilização.

A retirada de um parcómetro numa rua da Maia está a gerar polémica, com um ex-responsável da Empresa Metropolitana de Estacionamento da Maia a acusar o Município de favorecer um vereador que reside na artéria. A empresa nega e explica que a máquina foi abolida por ser pouco utilizada e não dar lucro.

A denúncia partiu de um ex-vogal da Empresa Metropolitana de Estacionamento da Maia (EMEM), Francisco Costa, que saiu da empresa "não só pela questão relacionada com o parcómetro mas com outras questões de funcionamento com as quais discordava".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG