Estrada

Pórticos da A41 na Maia mantêm-se ligados após aluimento na EN13

Pórticos da A41 na Maia mantêm-se ligados após aluimento na EN13

Apenas os condutores que circulam pela autoestrada para contornar buraco estão isentos de taxas, explicou a Ascendi, que detém a concessão da A41, ao JN.

Os pórticos na A41, por onde está a ser desviado o trânsito após o aluimento da EN 13, na Maia, estão ligados. De acordo com a Ascendi, que detém a concessão da autoestrada, foi determinado com a Infraestruturas de Portugal que apenas quem circular "para contornar o corte da EN13, no sentido Sul/Norte, não será taxado".

Inicialmente, a Câmara da Maia avançou que a portagem tinha sido desligada. No entanto, a Ascendi garante que "os pórticos mantêm-se em funcionamento", sendo a isenção aplicada automaticamente pelo sistema às passagens dos veículos".

Na sequência do abatimento de parte do piso da estrada municipal, a via está cortada nos dois sentidos. Os trabalhos de reparação da cratera deverão demorar um mês e custar mais de 100 mil euros à Autarquia. Enquanto que os condutores, no sentido Sul/Norte, circulam na A41, no sentido contrário, o trânsito passou a fazer-se pela Rua da Ponte de Moreira até à ETAR da Ponte de Moreira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG