Coronavírus

ACES Baixo Tâmega com centro de testes à Covid-19 a partir da próxima semana

ACES Baixo Tâmega com centro de testes à Covid-19 a partir da próxima semana

O centro de testes à Covid-19 para o ACES Baixo Tâmega começa a funcionar na próxima semana, no dia 21 de abril, no Estádio Municipal do Marco de Canaveses.

O centro de rastreio para despistagem do novo coronavírus vai ter capacidade para a realizar 150 testes por dia e destina-se a cidadãos suspeitos de infeção encaminhados pelo Serviço Nacional de Saúde.

O "covidrive" vai servir a população dos seis concelhos do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Tâmega (Marco, Baião, Amarante, Celorico de Basto, Cinfães e Resende), que está a coordenar a instalação do equipamento. O estádio onde vai ser implementado o covidrive foi esta quarta-feira visitado pelas autoridades de saúde e autarcas.

Segundo dados da Direção Geral de Saúde nestes cinco concelhos, há data de 15 de abril, há um total de 167 casos. Resende lidera a lista com 54 infeções por Covid-19, seguido de perto por Amarante e Marco de Canaveses, cada um com 47 casos. Cinco pessoas já morreram, três das quais em Resende.

Além dos testes no covidrive, técnicos de um laboratório privado vão dar formação a quatro equipas de enfermagem do ACES, que posteriormente vão assegurar a realização de testes a doentes de risco e respetivos cuidadores e a utentes institucionalizados em instituições particulares de solidariedade social. Os relatórios dos testes realizados são enviados diretamente para as autoridades de saúde e para os pacientes no prazo de três dias úteis, por telefone ou via correio eletrónico.

O covidrive insere-se nas respostas implementadas na fase de mitigação da pandemia e funciona a par com a Área Dedicada para a Covid-19 (ADC), que está em funcionamento junto ao Hospital Santa Isabel, no Marco de Canaveses. Essa estrutura de cariz médico foi criada com recursos logísticos disponibilizados pelas Câmaras Municipais de Marco de Canaveses e de Baião.

Cristina Vieira, presidente da Câmara do Marco de Canaveses, sublinha que "esta é mais uma resposta de enorme importância, pois permite o rastreio a um grande número de pessoas de forma rápida e segura. Além disso assegura-nos o reforço de testes aos utentes dos lares, que nos merecem especial preocupação e no Marco de Canaveses temos 252 em quatro instituições".

Já o presidente da Câmara de Baião refere que "esta nova medida é da maior importância porque traz para a nossa região a capacidade de realizar testes com regularidade. Também para nós a prioridade é a realização de testes aos utentes e aos trabalhadores dos lares, porque estes são espaços onde se concentra um número grande de pessoas mais frágeis".

O novo equipamento está a ser instalado com o apoio dos funcionários da autarquia marcuense, que garante também todo o apoio logístico necessário ao seu funcionamento, como cedência desde logo do Estádio Municipal, de uma tenda, computadores, frigoríficos, equipas de segurança, entre outros.

Outras Notícias