O Jogo ao Vivo

Política

Autarca do Marco retira confiança ao vice

Autarca do Marco retira confiança ao vice

Cristina Vieira, presidente da Câmara do Marco de Canaveses, retirou a "confiança política e qualquer representação do Município" ao vice-presidente, Bruno Magalhães. O visado, engenheiro eletrotécnico, regressa à vida civil dizendo que "não se verga a ninguém" e que se mantém até ao fim como vereador do PS sem pelouro. O pomo da discórdia entre estes dois socialistas, estará relacionado com as eleições internas do PS/Marco, onde ambos são candidatos.

"Não confundo lealdade com submissão nem com subserviência. Sempre fui leal à senhora presidente, mas nunca poderei deixar de ser leal ao povo de Marco de Canaveses, aqueles que me confiaram o mandato. Não me vergo nem sou submisso a ninguém", reagiu Bruno Magalhães, em conferência de imprensa realizada esta noite na sede do PS/Marco numa sala apinhada de militantes.

A retirada de poderes ao vereador socialista, anunciada esta manhã de segunda-feira em reunião com a vereação e elementos do gabinete de apoio à presidência, foi tornada pública e justificada pela autarca num curto comunicado onde se lê que "a decisão é justificada por motivos de falta de confiança política e lealdade institucional".

PUB

"Articulei com a presidente da câmara uma lista, na qual eu a encabeçava e a senhora presidente fazia parte como qualquer outro elemento. Foi assim que foi acordado. Depois de ter informado todos os militantes do PS que era candidato às eleições de outubro, no dia 12 agosto, 18 dias depois a senhora presidente surpreendeu-me a mim, e a todos, anunciando que era recandidata à concelhia", referiu Bruno Magalhães.

Além da vice-presidência na câmara do Marco, Bruno Magalhães detinha os pelouros dos Assuntos Jurídicos e Fiscalização, Recursos Humanos e Qualidade dos Serviços, Ambiente, Concelho Verde e Serviços Urbanos, Feiras e Mercados, Obras Públicas, Segurança e Polícia Municipal.

Nuno Pinto, 4º vereador do PS, foi designado vice-presidente da maioria socialista que gere a Câmara.

As eleições internas do PS/Marco estão agendadas para o dia 8 de outubro. Além das candidaturas de Cristina Vieira (recandidata) e de Bruno Magalhães, poderá ainda existir uma terceira via, liderada por Samuel Vieira, ligado ao sindicalismo, garantiu o próprio ao JN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG