Marco de Canaveses

Deslizamento de terras causa descarrilamento e fere quatro pessoas

Deslizamento de terras causa descarrilamento e fere quatro pessoas

A circulação na linha ferroviária do Douro está interrompida, na zona do Marco de Canaveses, devido ao descarrilamento de uma carruagem de manutenção que provocou ferimentos em quatro funcionários da Refer, um dos quais em estado grave.

O acidente ocorreu cerca das 5.45 horas, no Juncal, freguesia de Soalhães, Marco de Canaveses.

"Ocorreu um deslizamento de terra, arrastando duas ou três árvores, que impediu toda a passagem na via-férrea. Um trator de transporte de funcionários da Refer colidiu com esse amontado de terra e árvores que provocou quatro feridos. Um deles aparentemente grave mas sem risco de vida", explicou, Sérgio Silva, comandante dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses.

As vítimas do descarrilamento já se encontravam no exterior da composição quando chegaram os meios de socorro. "As vítimas estavam todas no exterior. Uma foi projetada para fora da composição", acrescentou Sérgio Silva.

As vítimas foram transportados para o Centro Hospitalar do Vale do Sousa, em Penafiel. Dois dos funcionários tiveram alta ao início da tarde.

"Os outros dois mantêm-se em observação, mas não inspiram grandes cuidados", disse à Lusa fonte do gabinete de imprensa daquela unidade hospitalar.

A circulação ferroviária na zona do acidente mantém-se cortada, devendo esta situação prolongar-se por mais algumas horas, segundo fonte da REFER.

A CP está a fazer o transbordo rodoviário de passageiros entre o Marco de Canaveses e o Juncal.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG