Pandemia

Hospital Santa Isabel com área específica para casos de Covid-19

Hospital Santa Isabel com área específica para casos de Covid-19

A Direção-Geral de Saúde em articulação com os municípios do Marco de Canaveses e de Baião estão a construir uma "Área Dedicada a Avaliação e Tratamento de Doentes" (ADC) para enfrentar o surto de Covid-19.

A unidade está a ser implementada em terrenos da Santa Casa da Misericórdia do Marco, ao lado do Hospital Santa Isabel e dará resposta clínica a casos detetados nos dois concelhos, Marco e Baião.

A ADC prevê a implementação de centrais de atendimento telefónico (call center) para contacto com os cidadãos através do número da Unidade de Saúde Familiar local e o Reforço da rede de apoio médico e enfermagem ao domicílio.

Para que médicos e enfermeiros possam realizar domicílios aos utentes, as duas autarquias e a Santa da Casa Misericórdia do Marco, vão disponibilizar motoristas e viaturas, para reforçar e ajudar na operacionalização deste serviço de apoio ao domicílio".

Para o serviço de apoio e resposta via telefone à comunidade, além dos técnicos da área da saúde, os municípios afetaram os seus técnicos superiores da área social. O serviço conta também com a colaboração dos técnicos das (Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e de voluntários da comunidade, que se disponibilizaram para as funções de atendimento telefónico.

O projeto conta com colaboração dos Bombeiros Voluntários dos dois concelhos e delegações da Cruz Vermelha. Também os cidadãos poderão associar-se a título voluntário, recebendo formação para poderem ajudar neste importante esforço.

A presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Cristina Vieira sublinha que as medidas que estão a ser tomadas devem ser acompanhadas do esforço conjunto por parte da população. "Estamos empenhados e tudo temos feito para dar as respostas adequadas neste momento particularmente delicado, tanto no apoio à população, neste caso, dos dois concelhos, como aos profissionais de saúde, socorros e segurança. É importante lembrar, no entanto, que todo este esforço só terá efeito se todos agirem de forma responsável, cumprindo escrupulosamente as instruções das autoridades".

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, entende que este é um projeto de grande importância para os cidadãos baionenses. "Enfrentamos um grande desafio de combate a esta epidemia. É fundamental garantir a mobilização de todos os recursos para podermos ajudar as nossas populações. E esta iniciativa mostra que efetivamente «juntos somos mais fortes e conseguimos fazer melhor»".

Outras Notícias