Marco de Canaveses

Ministro vai apresentar campanha nacional contra a vespa asiática

Ministro vai apresentar campanha nacional contra a vespa asiática

Capoulas Santos, ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, desloca-se esta terça-feira, dia 5 de fevereiro, ao concelho do Marco de Canaveses para apresentar a Campanha Nacional de Combate à Vespa Velutina. A cerimónia terá início nos Paços do Concelho às 15 horas.

Antes de ser dada a conhecer a campanha será feito o ponto de situação - Plataforma SOS Vespa por Rogério Rodrigues, Presidente do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e a apresentação do Plano de Ação de Combate à Vespa Velutina por Fernando Bernardo, Diretor Geral de Alimentação e Veterinária. No final será feita uma Ação de demonstração de inativação de ninho de Vespa Velutina na freguesia de Soalhães.

Segundo a autarquia marcuense, a presença do Ministro no Marco de Canaveses "é o reconhecimento pelo excelente trabalho que o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) está a realizar no combate" à vespa velutina, "sobretudo no que diz respeito à celeridade no tempo de resposta aos alertas", adianta a fonte que estima em 29 horas entre a denuncia/localização dos ninhos e a sua destruição.

Refira-se que a SMPC alterou a estratégia de combate à Vespa Velutina em janeiro de 2018, passando a colaborar com a Associação Nativa e seguindo as indicações do Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa Velutina em Portugal, elaborado pela Direção Geral de Alimentação e Veterinária e pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas. No ano de 2018 foram destruídos 485 ninhos no Marco de Canaveses.

A referenciação dos ninhos foi desencadeada, na maioria dos casos, por munícipes residentes sobretudo em zonas mais rurais e por apicultores.

"Temos desencadeado uma sistemática desativação de ninhos de vespa velutina, numa lógica de ação de combate com o objetivo de dar uma pronta resposta às solicitações dos munícipes que podem sentir a sua saúde ameaçada, e de apicultores que vêm a sua produção ameaçada pelas colónias de vespas existentes nas imediações dos seus apiários", acrescenta a fonte autárquica.

A vespa velutina, mais conhecida por vespa asiática, é uma espécie não-indígena, predadora de insetos, entre eles a abelha europeia. A sua introdução involuntária na Europa ocorreu em 2004 no território francês, tendo a sua presença sido confirmada em Espanha em 2010, em Portugal e Bélgica em 2011 e em Itália em finais de 2012.

Outras Notícias