Autarquia

Marco de Canaveses quer elevar "Igreja de Siza" a Monumento Nacional

Marco de Canaveses quer elevar "Igreja de Siza" a Monumento Nacional

A Câmara do Marco de Canaveses requereu ao Ministério da Cultura a elevação da Igreja de Santa Maria do Marco e o seu Complexo Paroquial ao estatuto de Monumento Nacional.

O pedido foi enviado pela autarquia por ocasião do 25.º aniversário da inauguração e bênção (7 de julho de 1996 - 7 de julho de 2021).

O objetivo da proposta do Município é "salvaguardar" aquele importante património edificado e de toda a zona envolvente, em "estreita relação" com a Direção-Geral do Património Cultural e especialmente com a Paróquia de Fornos, enquanto gestora e proprietária do espaço.

"Pela sua monumentalidade, como projeto e obra de um arquiteto de exceção, materializa um valor de exemplaridade incontornável e enquanto objeto de interesse científico, entendemos que a Igreja de Santa Maria deve merecer a respetiva proteção, a bem da sua valorização", justifica Cristina Vieira, presidente da Autarquia marcuense.

A Igreja de Siza, assim reconhecida por ter sido desenhada por Álvaro Siza Vieira, tem-se revelado como expoente da valorização cultural e turística do concelho, sendo igualmente elemento de referência na história, teologia e arquitetura a nível mundial.

"É uma obra de referência da arquitetura internacional e por tudo quanto representa, este monumento assume-se como um valor cultural de elevado significado não apenas para o Marco de Canaveses, mas também para Portugal", acrescentou a autarca.

A Igreja encontra-se classificada como Monumento de Interesse Público desde 2013.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG