Marco de Canaveses

Na aldeia de Toutosa o cancro bateu à porta de 20% da população

Na aldeia de Toutosa o cancro bateu à porta de 20% da população

Em Toutosa, quase 20% da população tem problemas oncológicos. Aponta-se qualidade da água mas ignora-se fonte.

António Teixeira foi operado a um cancro no intestino, pela primeira vez, há quatro anos e, desde então, já viu morrer nove vizinhos devido a doenças oncológicas. "E se contar com localidades vizinhas, especialmente Constance, já fui a cerca de 20 funerais. E quase todos morreram com cancro", frisa o habitante de Toutosa, no Marco de Canaveses.

Isabel Baldaia, que foi presidente da extinta Junta de Freguesia com menos de 600 habitantes, é mais precisa. Num levantamento feito recentemente, a professora identificou 37 casos de doentes oncológicos em apenas sete ruas que circundam a igreja matriz. E nos últimos 20 anos, 26 dessas pessoas morreram. "E há mais casos no resto da freguesia. As pessoas sofrem de diferentes tipos de cancro, nomeadamente da próstata, fígado, mama...", descreve.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui