Exclusivo

Protestos por fecho de escola em condições no Marco de Canaveses

Protestos por fecho de escola em condições no Marco de Canaveses

Encarregados de Educação do Marco não querem a EB1 de Outeiro transformada em habitação social

A Câmara do Marco de Canaveses admite transformar a EB1 e Jardim de Infância de Outeiro, na freguesia de Constance, em habitação social. O encerramento do estabelecimento de ensino, previsto acontecer no final do presente ano letivo, é contestado pela Associação de Pais, que esta segunda-feira foi à Assembleia Municipal criticar a decisão relativamente a uma escola que está em "excelentes condições", comprovam com fotografias.

O "histórico" de redução de alunos é o argumento usado pela autarquia para o encerramento, mas contestado pelos encarregados de educação. Atualmente estão 36 crianças matriculadas nesta escola. "Se no passado houve redução, também houve aumento, como é o caso atual", garantem. Para o novo ano letivo já não estão a ser aceites matrículas. Os alunos serão transferidos para a EB1 Ladário, em Fontelas, na mesma freguesia de Constance.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG