Exclusivo

PSD/CDS quer resgatar concessão das águas, mas PS avisa que pode sair caro

PSD/CDS quer resgatar concessão das águas, mas PS avisa que pode sair caro

Cristina Vieira, atual presidente da Câmara de Marco de Canaveses e recandidata pelo PS, aponta a recuperação económica como principal prioridade para o próximo mandato. Já Maria Amélia Ferreira, candidata da coligação "Mais pelas Pessoas" (PSD/ CDS-PP) defende a aposta em estratégias para "cuidar das pessoas".

Há 16 anos que os eleitores do concelho do Marco de Canaveses têm em cima da mesa a polémica concessão de águas e saneamento firmada pelo CDS. O diferendo entre a Autarquia e a concessionária, iniciado em 2005, com a governação municipal do PSD, que se estendeu por 12 anos, tem impossibilitado que o contrato seja cumprido. Resultado: mais da metade da população não tem saneamento.

Para acabar com o problema, Maria Amélia Ferreira, candidata pela coligação "Mais Pelas Pessoas - PSD/CDS", defende o "resgate" da concessão. "Aquilo que está a ser feito pela atual Câmara PS é uma resolução cosmética que acumula despesa sobre despesa sem resolver o problema da falta de qualidade de vida dos marcuenses", acusa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG