Autárquicas

Rio convidado pelo PS a inspirar-se nas políticas autárquicas de Baião e Marco de Canaveses

Rio convidado pelo PS a inspirar-se nas políticas autárquicas de Baião e Marco de Canaveses

Rui Rio visita esta quarta-feira os concelhos de Baião e de Marco de Canaveses em campanha eleitoral dando uma ajuda às candidaturas de Paulo Portela e de Maria Amélia Ferreira, candidatos das coligações PSD/CDS nestes dois concelhos do Baixo Tâmega.

Antes da chegada do presidente do PSD aos dois territórios, os socialistas atuais presidentes de câmara na qualidade de recandidatos a novos mandatos em Baião e a Marco de Canaveses, respetivamente, Paulo Pereira e Cristina Vieira, em comunicado conjunto, dão as boas vindas a Rui Rio salientando que antes de "aqui chegar queríamos que soubesse que o último Governo PSD/CDS-PP tomou muitas decisões penalizadoras para o nosso território".

Os socialistas lembram a Rio, por exemplo, "o corte de 5 por cento nas transferências para os municípios", decidido pelo governo de Passos Coelho, que também "não deu andamento a projetos de mobilidade estruturantes como fossem a ligação de Baião à Ponte da Ermida, a continuação do IC 35 e variante à N211, no troço Mesquinhata - Quintã. Assim como a modernização da Linha do Douro, "atrasos graves e que ainda estamos a tentar recuperar", sustentam os socialistas.

No comunicado é também imputado ao partido de Rui Rio a reorganização administrativa das freguesias "sem promover uma verdadeira auscultação das pessoas e das instituições", a "pretensão de encerramento do SAP do Centro de Saúde de Baião e do Tribunal de Baião, só evitados pelo recurso a manifestações", assim como "o aumento de impostos, o corte de salários, pensões e subsídios de férias e de natal e o insulto aos portugueses chamando-lhe piegas e incentivou-os a emigrar, agravando um problema da perda de população com que concelhos de baixa densidade populacional como Baião e o Marco de Canaveses já conviviam", reforçam os recandidatos do PS.

"Se porventura" Rui Rio se desloca à região para conhecer os dados mais positivos "que temos vindo a construir, apesar desses atropelos pelos quais o seu partido é co-responsável, "então temos todo o gosto em que saiba que aqui pode encontrar boas políticas e inspirar-se para o programa político do PSD e assim construir uma alternativa para o País, dado que aparentemente ainda a não tem".

O comunicado deixa ainda uma sugestão ao social-democrata para que "prove o sumo de laranja da Pala, um produto distintivo dos nossos territórios, porque são muito doces e de elevada qualidade", pode ler-se.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG