Matosinhos

Bombeiros salvaram gato em incêndio num apartamento

Bombeiros salvaram gato em incêndio num apartamento

Um pequeno gato foi salvo pelos Bombeiros Voluntários de Matosinhos-Leça, que, ao início da tarde de sexta-feira, foram acionados para apoiar a corporação de Leixões no combate a um incêndio num apartamento, em Matosinhos, onde o animal acabaria por ser encontrado já inanimado devido à inalação de fumo.

O felino foi retirado da habitação por elementos dos Voluntários de Leixões e assistido pelos bombeiros de Matosinhos-Leça, que recorreram a equipamento de oxigenoterapia animal para socorrê-lo. "Fomos das primeiras corporações a ter este equipamento, que veio dos Estados Unidos", referiu ao JN António Lima, adjunto do Comando daquela corporação, indicando que este foi o primeiro animal a ser socorrido com recurso a esse material, adquirido há três anos.

Já recuperado, o gato foi entregue aos cuidados dos proprietários da habitação, que na altura em que deflagrou o incêndio, cerca das 13 horas, não se encontravam no local. Um outro gato, já adulto, foi retirado do apartamento já sem vida, referiu o operacional.

O fogo, cujas causas são ainda desconhecidas, teve origem na casa de banho de um rés-do-chão situado na Rua Afonso Cordeiro, ficando circunscrito a esse espaço.

Além das duas corporações de bombeiros, no local estiveram também elementos da PSP.