Autárquicas

PS candidata Luísa Salgueiro a Matosinhos e independente em segundo

PS candidata Luísa Salgueiro a Matosinhos e independente em segundo

Manuel Pizarro, líder distrital do PS Porto, reuniu-se esta segunda-feira com Guilherme Pinto, presidente da Câmara de Matosinhos, para negociar a candidatura que, segundo confirmou ao JN, será encabeçada por Luísa Salgueiro, com participação do movimento independente e sob a bandeira socialista.

E ficou decidido que quer o número dois da lista à Câmara, quer o primeiro candidato à Assembleia Municipal serão do grupo de independentes.

"Ficou claro que caberá ao PS a escolha do cabeça de lista" e o nome de Luísa Salgueiro foi "acolhido de modo muito favorável", disse ao JN Manuel Pizarro, adiantando que o próximo passo é votar o nome da deputada na Comissão Política Distrital. E confirmou que a escolha do número dois à Câmara e do candidato à presidência da Assembleia caberá ao movimento.

O apoio do PS a Luísa Salgueiro enquadra-se na estratégia de candidatar alguém do partido mas, entre os independentes, há quem preferisse que o vice-presidente, Eduardo Pinheiro, fosse o cabeça de lista nas próximas autárquicas.

Autarca quer "unir socialistas"

"A reunião correu muito bem. Ficou escancarada a possibilidade de haver uma lista conjunta entre os independentes e debaixo da bandeira do PS" e os membros do movimento terão uma "participação muito ativa na candidatura" socialista, comentou ainda o líder distrital. Em 2017 "o PS irá reconciliar-se com o movimento independente".

Também Guilherme Pinto faz um balanço positivo do primeiro encontro. "O almoço foi excelente. Vamos agora refletir sobre o melhor modo de voltar a unir os socialistas de Matosinhos", declarou o presidente da Câmara.

Entretanto, os independentes deverão convidar Palmira Macedo para voltar a ser a candidata à Assembleia Municipal de Matosinhos. Agora, Guilherme Pinto vai submeter as conclusões da primeira reunião ao seu movimento.

Foi já em setembro que Manuel Pizarro adiantou ao JN que iria convidar Guilherme Pinto para articular com o movimento a candidatura socialista a Matosinhos. Mas há muito que é conhecido o apoio a Luísa Salgueiro. A deputada foi desde cedo contestada pelo líder do PS/Matosinhos, Ernesto Páscoa, que entretanto fez aprovar a sua própria candidatura nos órgãos concelhios. Uma decisão que levou a Distrital a avocar o processo. "Esta situação, estatutariamente prevista, é o corolário de um processo" no qual a Concelhia "ignorou, reiteradamente, as orientações previamente definidas para as autárquicas de 2017, quer pela estrutura nacional do partido, quer pela Federação", justificou a Distrital.v

ver mais vídeos