Segurança

Refinaria de Leça simula ataque terrorista

Refinaria de Leça simula ataque terrorista

A refinaria de Leça da Palmeira recebe quarta-feira um simulacro de um ataque terrorista que irá testar a operacionalidade dos meios de proteção civil do distrito.

Pelas 9.15 horas será dado o alerta para a "ameaça terrorista" contra um dos reservatórios de petróleo bruto da refinaria, "seguindo-se a explosão e o consequente derrame de combustível e incêndio, obrigando à ativação dos planos interno e local de proteção civil".

"Devido à propagação de uma nuvem tóxica que atingiria também os concelhos da Maia, de Valongo, de Gondomar, do Porto e de Vila Nova de Gaia, será ativado o plano distrital de proteção civil", avisa a autarquia.

De acordo com a câmara, caso a ameaça fosse real seria necessário "evacuar 1.313 alojamentos das imediações da refinaria (cerca de três mil pessoas), que seriam atingidos pela onda de calor gerada pelo incêndio do depósito".

Também o trânsito de aeronaves de e para o Aeroporto Francisco Sá "carneiro sofreria grandes restrições relacionadas com a nuvem de fumo gerada", a qual obrigaria à emissão de avisos à população da região para que evitasse sair de casa.

A realização do simulacro obrigará a alguns cortes de trânsito nas imediações da refinaria e à concentração de meios de socorro na zona da Exponor e da praia do Aterro.

ver mais vídeos