Matosinhos

Kastelo doa material de proteção aos bombeiros e à PSP de S. Mamede de Infesta

Kastelo doa material de proteção aos bombeiros e à PSP de S. Mamede de Infesta

Num gesto de "gratidão conjunta", a associação Kastelo - NoMeiodoNada, sediada em São Mamede de Infesta, no concelho de Matosinhos, doou, na manhã desta sexta-feira, vários materiais de proteção aos agentes da PSP e aos bombeiros voluntários de São Mamede de Infesta.

A oferta "simbólica" foi conseguida graças a um dos mecenas da associação, a empresa Biojam Holding Group, que quis doar ao Kastelo o material necessário para ajudar aqueles que, "pela forma como estão a combater a pandemia, merecem uma vénia", referiu ao JN Carlos Monteiro, presidente do conselho de administração da empresa, que entregou 235 pares de botas de segurança, álcool gel e creme para as mãos.

Na qualidade de padrinho da associação, o representante da Biojam conhece bem as necessidades das crianças apoiadas pela única unidade de cuidados continuados e paliativos pediátricos do país.

Para a enfermeira Teresa Fraga, diretora técnica do Kastelo, este é mais um passo naquilo que considera ser "um verdadeiro trabalho em rede", que, segundo a responsável, muito tem contribuído para que, até agora e mesmo no contexto de uma pandemia, a associação continue a sua missão garantindo o bem-estar das crianças. Recorde-se que, até ao momento, o Kastelo não registou qualquer caso de covid-19.

Na cerimónia de entrega, a Biojam anunciou ainda que, através do Kastelo, vai oferecer testes serológicos para a covid-19 às duas instituições. "Serão 75 para os bombeiros e 50 para a PSP", referiu Carlos Monteiro. De imediato, Teresa Fraga explicou que a realização dos testes poderá ser feita na associação. "É importante que possam estar em segurança para garantir o combate aos fogos", sublinhou a diretora técnica.

Outras Notícias