Exclusivo

Lar do Comércio está a funcionar num edifício ilegal

Lar do Comércio está a funcionar num edifício ilegal

António Manuel Bessa, novo presidente, garante que falta todo o tipo de licenças à instituição. Só para obras serão precisos entre três e quatro milhões. Há muitos lugares disponíveis em diferentes valências.

"O mais difícil que nos espera é legalizar a casa. Falta tudo! Desde as infraestruturas aos projetos de segurança e contra incêndios. Somos confrontados com multas todos os dias". O desabafo é de António Manuel Bessa, que tomou posse como presidente da Direção do Lar do Comércio, em Leça do Balio, Matosinhos, nem há um mês. Sucede a António Moura, que ocupou o cargo durante os últimos 29 anos.

O novo presidente, eleito com 94,1% dos votos, confessou ao JN que "ainda não é previsível" saber quanto tempo vai demorar "a arrumar a casa", até porque, como frisou, "surgem problemas todos os dias!". Mas assume: "Outro dos grandes encargos será abertura para ouvir, porque as pessoas estavam amordaçadas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG