Matosinhos

Matosinhos cria equipamento eletrónico para socorrer idosos que vivem sozinhos

Matosinhos cria equipamento eletrónico para socorrer idosos que vivem sozinhos

A Junta de Freguesia de Matosinhos vai promover um equipamento eletrónico "inovador e inédito" para ajudar a detetar problemas de idosos que vivem sozinhos, anunciou, esta quinta-feira, à Lusa o seu presidente, António Parada.

"Será um sistema fácil porque o idoso não tem nada agarrado ao corpo, não é um Big Brother porque não há imagens do interior da casa, é simplesmente um conjunto de sensores que emite uma mensagem sem que o idoso carregue em nada", explicou António Parada.

O equipamento consiste num sistema composto por dois ou três sensores, colocados em locais estratégicos da habitação, que acionará um alerta via mensagem para telemóvel dos familiares, caso o idoso não registe movimentos dentro da casa no período máximo de 12 horas.

Segundo o autarca, este sistema será oferecido pela junta aos idosos mais carenciados que vivem sozinhos.

Este projeto está aberto a todos os outros que quiserem adquirir o equipamento, por uma quantia de 175 euros, acrescido do valor das mensagens para telemóvel que terão um custo máximo de 3,60 euros por mês.

"Se for um idoso que não tenha família, esse serviço vai ter o apoio da junta de freguesia, 24 horas, através de um número de telefone que vamos ter", realçou António Parada.

Do pacote do equipamento faz também parte um "comando com um botão pequeno", para casos em que o idoso que sofra de alguma patologia ou problema repentino possa ser "socorrido de imediato" ao carregar no botão.

Este equipamento será apresentado e testado sexta-feira em casa de uma idosa com 92 anos que pediu a instalação do aparelho em sua casa.

"Se as outras autarquias fizerem o mesmo, a realidade do nosso país no futuro será diferente", rematou António Parada, que espera contar também com o apoio da PSP de Matosinhos.

Outros Artigos Recomendados