Exclusivo

Mykyta veio da Ucrânia e desenhou sardinhas vencedoras de concurso em Matosinhos

Mykyta veio da Ucrânia e desenhou sardinhas vencedoras de concurso em Matosinhos

Uma imagem pode valer bem mais do que mil palavras. Mykyta Grytsenko, oito anos, fugido da guerra da Ucrânia com a mãe, Nataliia, o pai, Taras, e os dois irmãos, Dany e Tymofii, é a prova. Com muitas dificuldades em expressar-se sem ser em ucraniano, o menino "foi além das barreiras da comunicação através de um desenho", ao vencer o concurso "O Sabor é o Nosso Norte", lançado pela Conserveiras Pinhais, em Matosinhos. E a imagem que criou vai embelezar uma edição especial de latas da histórica empresa.

Mykyta está em Portugal com a família desde o início de março. Juntamente com o irmão gémeo Dany frequenta o quarto ano da Escola Básica do Godinho, em Matosinhos, e tal como mais de uma centena de crianças, entre os sete e os 14 anos, foi desafiado a criar um rótulo para as conservas da Pinhais. A sua imaginação conquistou o júri. Segundo o menino, o desenho é a ilustração daquilo que ele já tinha visto antes. Sete sardinhas, de vários tamanhos e diversas cores, fizeram com que o desenho de Mykyta vencesse.

"Foi uma boa surpresa, não estávamos à espera", confessa a mãe dos gémeos. Para Nataliia Grytsenko, além do divertimento, estas iniciativas ajudam na integração de crianças como Mykyta: "É incrível, porque os meus filhos podem não conseguir falar com as outras crianças e ainda assim exploram diversas formas de comunicar e de se expressarem. Desenhar é uma delas, e ficou bem claro".

Segundo Nataliia, as latas ilustradas pelo filho "vão ser boas lembranças para os avós" que permaneceram na Ucrânia e acompanham à distância o recomeço da família em Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG