Norteshopping

Norteshopping desconfina com novas lojas e lotação máxima de 4200 pessoas

Norteshopping desconfina com novas lojas e lotação máxima de 4200 pessoas

Comerciantes de Matosinhos adequaram espaços a novas regras sanitárias e estão esperançados na retoma.

Com a reabertura, esta segunda-feira, do Norteshopping, em Matosinhos, abrem também três novas lojas. Nas próximas semanas, serão mais nove. No universo total dos 252 espaços, houve três recolocações e uma expansão. Um sinal claro de que o segundo maior centro comercial do país continua "com um dinamismo muito grande", referiu, ao JN, o diretor Paulo Valentim, sublinhando que "as quatro lojas que fecharam devido à pandemia são, por isso, um valor residual".

A 24 horas do Norteshopping abrir, Paulo Valentim revelava que o limite máximo de entradas será "de 4200 pessoas, cumprindo o rácio permitido por lei que é de cinco pessoas por cada 100 metros quadrados". Chegados a esse valor, "as pessoas só podem entrar quando tiverem outras a sair", resumiu.

Lá dentro, tudo está preparado para que nada falhe: há mais de 100 dispensadores de álcool gel nas zonas de maior frequência de passagem, foram espalhados cerca de três mil autocolantes com sinalética, e na praça da alimentação cerca de 50% do mobiliário foi retirado. Aí, também há novos painéis a lembrar que "imediatamente a seguir à refeição" é preciso "voltar a colocar a máscara".

Os lojistas procuram adequar-se às mudanças de estação. Numa outra loja de roupa, trocavam-se as camisolas de lã, que ainda ficaram expostas a contar com os saldos pós-Natal, pelas coleções da primavera.

Novo desconfinamento

PUB

Na renovada loja da Arcádia, que funcionou apenas três meses, ontem já estava tudo pronto para a reabertura. Ainda que a pandemia tenha tido "um peso significativo" no negócio, o administrador, Francisco Bastos, estava com a melhor das expectativas: "O ano 2020 representou uma quebra de 25%nas vendas, mas temos vindo a recuperar bastante bem neste período da Páscoa com uns ótimos resultados, o que nos dá um pouco mais de ânimo para encarar este novo desconfinamento".

Também Michel Vilela, prestes a estrear o "espírito de aventura do Dakar" no norte do país (a loja de roupa está já representada na zona do Chiado, em Lisboa, e no Cascais Shopping), com produtos 100% portugueses, confessava estar "ansioso" por abrir: "Estamos com muita expetativa, com tudo conforme as normas e, por isso, estamos à espera que os clientes venham e que se comece a retomar a economia".

Paulo Valentim destacou que durante estes três meses em que a maioria das lojas do Norteshopping estiveram fechadas, a média diária de visitantes foi, ainda assim, "de dez mil pessoas".

Francisco Bastos, administrador da Arcádia: "Estamos confiantes que vai haver uma boa adesão, que as pessoas vão poder visitar a Arcádia com todas as medidas de segurança que são necessárias."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG