Urbanismo

Praia da Memória: "Só paro com a construção do hotel se for preso"

Praia da Memória: "Só paro com a construção do hotel se for preso"

Promotor garante conclusão da obra na praia da Memória, em Matosinhos, no prazo de dois anos. Ministério aguarda averiguação.

O hotel de quatro estrelas que está a nascer na praia da Memória, em Perafita, Matosinhos, a pouco mais de cem metros do mar, vai ficar pronto em dois anos. A garantia é dada pelo promotor, Mário Ascenção, que assegura nunca ter recebido qualquer proposta formal da Câmara de Matosinhos ou do Ministério do Ambiente para mudar de local. A empreitada recomeçou e voltará em força ao terreno na próxima segunda-feira. "Só paro com a construção do hotel se for preso", assegurou Mário Ascenção.

Apesar de, a 16 de dezembro, ter sido instaurado um processo de averiguações ao licenciamento da obra, a pedido do ministro do Ambiente, Matos Fernandes, Mário Ascenção assegura já ter recebido um documento da tutela a dar conta de que o processo de licenciamento é "inatacável". Ao JN, o Ministério afirmou que "aguarda a conclusão do procedimento".

Leia mais na edição impressa ou versão e-paper .