Coronavírus

Presidente da Câmara de Matosinhos infetada com Covid-19

Presidente da Câmara de Matosinhos infetada com Covid-19

A presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, está infetada com Covid-19, tal como o vereador António Correia Pinto, que esteve em Itália.

De acordo com a Autarquia, o vereador da Educação e da Qualificação Ambiental, António Correia Pinto, começou a manifestar sintomas de síndrome gripal no dia 13 de março, tendo ficado em quarentena.

O JN confirmou, entretanto, que o vereador tinha realizado muito recentemente uma viagem a Itália. A deslocação terá sido por motivo de trabalho, segundo apuramos.

O agravamento dos sintomas levou-o a fazer o teste à presença do novo coronavírus, cujo resultado foi positivo esta quinta-feira. O vereador está internado mas estável, garante fonte da Autarquia. O vice-presidente da Câmara de Matosinhos, Fernando Rocha, está em casa de quarentena.

Perante o contágio, a Autoridade de Saúde de Matosinhos desencadeou um conjunto de diligências previstas nas orientações da Direção-Geral da Saúde, "tendo contactado diretamente todas as pessoas que tinham lidado com o vereador no período considerado de risco", informa o município, garantindo que "foram cumpridas todas as regras de segurança aplicadas a esta situação e decretados os períodos de quarentena entendidos por necessários".

Após o resultado positivo do vereador António Correia Pinto, a presidente da Autarquia, Luísa Salgueiro, foi uma das pessoas sinalizadas e ficou em quarentena. Testou positivo para Covid-19 esta sexta-feira, dia 20 de março. É a primeira notícia de um presidente de Câmara infetado.

Vereadores assustados após reunião com presidente

"A presidente da Câmara de Matosinhos encontra-se assintomática e, apesar de estar a cumprir o isolamento que lhe foi imposto pelas autoridades de saúde, continuará à frente do município e a acompanhar e orientar todas as ações que estão a ser levadas a cabo pela autarquia, no sentido de minimizar o impacto desta crise na vida dos matosinhenses", garante o município.

Segundo disseram ao JN vereadores de outras forças políticas, alguns aguardavam ainda indicações claras de como proceder, depois de terem estado numa reunião com a presidente, na segunda-feira, para decidir medidas de contingência. Contactados pelo JN, contaram que estão assustados desde que tiveram a notícia de que os testes da presidente e do vereador deram positivo.

Além disso, explicam que nem todos entraram com máscara para a reunião. Alguns já chegaram protegidos e foram depois distribuídas máscaras no início dos trabalhos. Para além dos nomes já referidos, terão estado na reunião, segundo relatos de alguns autarcas, também os vereadores socialistas Ângela Miranda e Valentim Campos; o comunista José Pedro Rodrigues; os vereadores Narciso Miranda, Ana Fernandes e António Parada, pelos respetivos movimentos, e o social-democrata Jorge Magalhães.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG