Fogo

Salamandra provoca fogo em prédio de Matosinhos

Salamandra provoca fogo em prédio de Matosinhos

Sete pessoas, duas delas crianças, foram assistidas por inalação de fumos na sequência de um incêndio num apartamento em S. Mamede de Infesta, Matosinhos.

Uma salamandra elétrica ligada durante a noite deu origem a um incêndio num apartamento na Rua de Bernardim Ribeiro, em S. Mamede de Infesta, Matosinhos, destruindo a sala e obrigando a evacuar o prédio. Das sete pessoas assistidas por inalação de fumo, duas eram crianças. Dois moradores na casa dos 40 anos, que se sentiram mal, foram transportados para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos.

Os Bombeiros Voluntários de S. Mamede de Infesta receberam o alerta às 7.30 da manhã deste sábado. À chegada ao local, na Rua Bernardim Ribeiro, o fumo intenso já se tinha alastrado a outros pisos do edifício. No apartamento onde deflagrou o incêndio, no segundo andar, vivem um casal com cerca de 70 anos, que foi assistido por inalação de fumos, e o filho, de 40, que foi transportado para o hospital.

"A salamandra terá ficado ligada durante a noite. Uma mesa, que estava perto, incendiou-se e as chamas alastraram ao resto da sala, destruindo-a parcialmente", referiu fonte dos Bombeiros de S. Mamede de Infesta.

Crianças assistidas

O fumo atingiu também o terceiro e último andar, onde estava uma mulher de 40 anos, que também foi levada ao hospital. Os filhos menores, por precaução, também foram assistidos. "Foi dado apoio médico também a um outro vizinho que se sentiu mal", acrescenta Luís Silva, dando nota de que, no total, foram sete pessoas assistidas na sequência do incêndio.

Além da corporação de S. Mamede de Infesta, a prestar socorro com quatro carros e 11 homens, estiveram também no local os Bombeiros de Leça do Balio com um carro e quatro homens. A PSP tomou conta da ocorrência.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG