Medida

Transporte gratuito para pessoas com mais de 60% de incapacidade em Matosinhos

Transporte gratuito para pessoas com mais de 60% de incapacidade em Matosinhos

A Câmara de Matosinhos alargou o passe de transporte gratuito, que abrange os estudantes a partir dos 13 anos a frequentar as escolas públicas, àqueles do ensino privado e cooperativo e às pessoas com mais de 60% de incapacidade.

Esta medida, que vigorará no ano letivo de 2021/2022, poderá abranger até cerca de 800 estudantes de escolas privadas e cooperativas de Matosinhos, no distrito do Porto, disse hoje à Lusa o vereador dos Transportes e da Mobilidade, José Pedro Rodrigues.

Já as pessoas com incapacidade permanente igual ou superior a 60% abrangidas por esta medida são mais de 3000, adiantou.

Esta proposta foi aprovada hoje por unanimidade em reunião do executivo municipal.

Em 2019, a autarquia lançou esta medida, mas apenas dirigida aos alunos a frequentar as escolas públicas do concelho, que agora é alargada a estes dois universos.

O vereador da CDU revelou que, ao longo destes dois anos, cerca de 2500 estudantes usufruíram da gratuitidade dos transportes públicos.

Para esta medida, a câmara canaliza anualmente cerca de meio milhão de euros, comentou.

PUB

José Pedro Rodrigues explicou que a comparticipação dos passes visa contribuir para uma maior utilização dos transportes públicos pelos estudantes de todo o concelho e dos seus familiares e pelos cidadãos portadores de doenças crónicas extremas.

Outro dos propósitos assenta na diminuição da utilização do transporte individual nas deslocações casa-escola, evitando congestionamentos "sérios", sublinhou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG