Pandemia

Empresa e escola de Paços Ferreira encerradas após surtos de covid-19

Empresa e escola de Paços Ferreira encerradas após surtos de covid-19

Existem dois focos de contaminação do novo coronavírus no concelho de Paços de Ferreira.

Um deles, com seis casos confirmados, foi identificado na Escola Básica n.º 2 (Centro Escolar de Paços de Ferreira) e outro numa empresa do concelho, com três casos positivos.

Segundo apurou o JN, o primeiro foco foi identificado numa empresa de acabamentos de móveis, localizada na freguesia de Eiriz, quando um dos funcionários começou a apresentar sintomas e foi testado, confirmando-se as suspeitas de que estava infetado.

Foram realizados testes aos 20 funcionários e mais dois testaram positivo. Preventivamente, a Direção-Geral de Saúde decidiu pelo encerramento da fábrica até dia 11, e mandou os funcionários cumprirem quarentena.

"Ninguém tem sintomas, demos todos negativo, até os familiares deles foram testados e não apareceu mais nenhum caso", afirmou Luís Abreu, proprietário da empresa.

Terá sido através de um destes casos positivos que o vírus deu entrada no Centro Escolar de Paços de Ferreira, onde existem seis casos confirmados, entre a comunidade escolar que está naquele estabelecimento de ensino, a funcionar apenas com o pré-escolar, por ordem do Governo.

"A escola abriu cumprindo todas as normas de segurança impostas pela Direção Geral de Saúde", explicou Humberto Brito, presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, acrescentando que o estabelecimento de ensino foi encerrado e os funcionários enviados para casa para cumprirem isolamento profilático.

"A Câmara vai procurar agora rastrear o maior número possível de pessoas, para podermos interromper cadeias de transmissão", rematou o autarca.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG