Paredes

Alunos fecharam escola de Rebordosa a cadeado

Alunos fecharam escola de Rebordosa a cadeado

Os alunos da Escola EB 2,3 e Secundária de Rebordosa, em Paredes, fecharam a cadeado os portões do estabelecimento de ensino.

A manifestação, ocorrida na manhã desta quinta-feira, pretendeu alertar para a falta de condições de um edifício com mais de 30 anos e que nunca foi alvo de qualquer obra de requalificação.

Recorde-se que, na semana passada, a mesma escola foi notícia devido a um vídeo amador que mostrava água a cair abundantemente na cantina onde os alunos continuaram a almoçar.

Cátia Dias, presidente da Associação de Estudantes, confirmou que, apesar das promessas de obras urgentes feitas pelos organismos do Governo, a situação mantém-se. A dirigente estudantil acrescentou que as infiltrações verificam-se ainda noutros locais da escola, nomeadamente em salas de aula. Coberturas em amianto, o piso degradado do pavilhão e a sobrelotação são outros problemas diagnosticados.

Nesta quinta-feira, a escola só foi aberta com a chegada da GNR, que permitiu que um funcionário cortasse o cadeado que impedia a entrada de professores e pessoal auxiliar. Mesmo assim, os alunos recusaram-se a entrar e mantiveram os cânticos de protesto no exterior do estabelecimento de ensino.

ver mais vídeos