O Jogo ao Vivo

Penafiel

Antiga Bracalândia reabre e promete criar 50 postos de trabalho

Antiga Bracalândia reabre e promete criar 50 postos de trabalho

A antiga Bracalândia, de Penafiel, que em outubro de 2011 apresentou o pedido de insolvência no tribunal, reabrirá em junho com outra designação, prometendo criar 50 postos de trabalho.

Clara Guedes, responsável pelas relações públicas, disse, esta segunda-feira, em conferência de imprensa, que a nova administração da empresa propõe-se apostar "numa forte animação do espaço" e no "grande envolvimento" de diversas empresas da região, através da prestação de serviços.

Os promotores do projeto anunciam que vão realizar, na Galiza, no curto prazo, uma campanha de divulgação do parque de diversões.

O agora designado "Magikland" está a ser trabalhado para "criar o mais mágico e infantil dos parques temáticos do país", disse aos jornalistas.

A reabertura daquele equipamento tornou-se possível graças a um acordo de credores, incluindo da banca e da autarquia local, promovido, em março, pelo tribunal.

O plano de recuperação da empresa consagrou um período de carência de dois anos para o pagamento das dívidas (cerca de 6,5 milhões de euros) e a disponibilização, por dois bancos, de cerca de 120 mil euros para permitir o reinício de atividade do parque de diversões.

"A Magikland nasce como uma iniciativa concertada de vários parceiros, num espaço renovado, com o compromisso assumido de querer gerar momentos de felicidade", assinalou Clara Guedes.

PUB

Nesta fase, decorrem obras na infraestrutura situada nas proximidades do parque urbano de Penafiel, com a pintura de todas as diversões, limpeza do espaço e montagem dos novos divertimentos.

"Ainda não podemos avançar com a data concreta de abertura, porque estamos condicionados pelas condições meteorológicas para o bom andamento das obras, mas junho é o mês que estamos a apontar", acrescentou.

Para promover a reabertura, a empresa avança com descontos, que podem chegar aos 30% no preço dos bilhetes.

A campanha, destinada ao público infanto-juvenil, dos três aos 14 anos, promove preços mais reduzidos sobretudo nos pacotes para famílias.

Segundo a empresa, o parque de diversões, com uma área útil de sete hectares, conta com seis áreas de diversão e cerca de três dezenas de atrações diferenciadas, três das quais são novidade com a reabertura.

O equipamento contará com quatro áreas alimentares, incluindo uma taberna que proporcionará aos visitantes a tradicional gastronomia portuguesa.

Os espaços verdes e jardins do parque, acrescentou Clara Guedes, estão a ser reabilitados, "segundo os mais importantes parâmetros de qualidade paisagística", para criar "condições únicas para um dia de tranquilidade, alegria e diversão, transversal a todas as idades".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG