Incidente

Professor acusado de agredir aluno surdo em Penafiel

Professor acusado de agredir aluno surdo em Penafiel

Um professor da Escola Secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel, foi acusado de agressão a um aluno surdo-mudo de 16 anos. Os responsáveis da escola já pediram a suspensão preventiva do docente. O incidente aconteceu na terça-feira passada e foi de imediato comunicado às entidades competentes.

Ao que o JN apurou junto de Paula Dias, subdiretora da escola, foi o aluno quem se dirigiu ainda na terça-feira à sala da direção, "com um olho vermelho", dizendo que tinha sido agredido pelo professor.

Paula Dias alertou de imediato a GNR, que se deslocou à escola e tomou conta da ocorrência. O aluno foi encaminhado para o Hospital Padre Américo, em Penafiel.

O caso, noticiado ao princípio da noite pelo jornal "Público", foi entretanto encaminhado pela escola para as entidades competentes, acompanhado de um relato feito pelos restantes alunos que estavam na sala de aula, sobre o incidente. "Solicitei a suspensão preventiva do professor e coloquei outro professor na turma até que o caso seja esclarecido", explicou a mesma dirigente.

"A escola fez tudo o que tinha a fazer, agimos em conformidade com a lei e preservando e protegendo o aluno", concluiu.