O Jogo ao Vivo

Porto

Afonso, 17 anos, vive nas ruas do Porto ao deus-dará

Afonso, 17 anos, vive nas ruas do Porto ao deus-dará

Rapaz cigano foge de um lar em Fafe sempre que pode. Só no ano passado foram 49 vezes.

Tem nome de rei. E idade para ter um telemóvel, aprender línguas, comer um bom bife ao almoço. Idade para namorar, conhecer mundo, ter conta no Facebook. Idade para ter amigos, ir a discotecas, aos festivais de verão, pensar na universidade. Só que Afonso vai nos 17 anos e não tem nada. Literalmente. Há meses que este menor anda ao deus-dará pelas ruas do Porto. É cigano, vive na miséria. Abandonado pela família, foi entregue a um lar de Fafe, mas foge sempre que pode. Tem notórias dificuldades cognitivas que escondem um coração doce.

Ao longo de 2004, fugiu do lar 49 vezes e, há cerca de um ano, começou a ser visto com regularidade nas ruas da cidade, de dia e de noite. Nos últimos seis meses, o rapaz tem contado com a ajuda de um amigo, no melhor sentido do termo: além de lhe dar comida, está a fazer tudo o que pode para que Afonso vá para uma instituição que cuide dele como deve ser. Aparentemente, essa instituição já foi encontrada, mas o menino continua abandonado.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG