Porto

Chamas deixaram prédio na Baixa sem condições de habitabilidade

Marta Neves

 foto Amin Chaar / Global Imagens

 foto Amin Chaar / Global Imagens

 foto Amin Chaar / Global Imagens

 foto Amin Chaar / Global Imagens

Já foi extinto um incêndio que deflagrou, este domingo, na Baixa do Porto, deixando um edifício inabitado. Os Bombeiros Sapadores estiveram no local.

Ao que o JN apurou, as chamas tiveram origem numa lareira de um primeiro andar, situado rua General Silveira, junto à praça Coronel Pacheco, tendo o fogo acabado por se propagar à cobertura através da ventilação. Neste apartamento residiam, atualmente, um grupo espanhol de estudantes Erasmus.

Uma das preocupações dos bombeiros era que as chamas não se propagassem aos edifícios contíguos, o que conseguiram.

De acordo com a estudante Alicia Yague, 22 anos, que fazia o almoço no primeiro andar, viu "muito fumo na zona do terraço". Conta que foi espreitar e, depois, só teve tempo de fugir.

De acordo com fonte da Câmara do Porto, o edifício terá ficado sem condições de habitabilidade.

No local estiveram 22 bombeiros Sapadores dos Porto, a combater as chamas, e elementos da PSP, INEM e Proteção Civil.

Não houve feridos a registar.