Porto

Ardina sai da Praça da Liberdade e regressa quando acabarem as obras do metro

Ardina sai da Praça da Liberdade e regressa quando acabarem as obras do metro

São as obras de construção da Linha Rosa do metro do Porto, que obrigam à remoção da estátua d'O Ardina, na Praça da Liberdade, no Porto. Da autoria de Manuel Dias, a estátua será retirada esta quarta-feira e regressa quando as obras do metro acabarem.

A Câmara do Porto, através do seu site oficial, explica que "a partir desta quarta-feira já não será possível ver os turistas de passagem pelo Porto a tirar a habitual foto junto à estátua O Ardina". A Autarquia explica que "a nova fase das obras da Linha Rosa do Metro do Porto e a consequente construção da estação na Praça da Liberdade obrigam à retirada da obra da autoria de Manuel Dias".

Durante as obras, a Câmara do Porto ficará responsável por guardar a estátua num armazém e avançará também com o seu restauro. "A oportunidade será aproveitada para proceder à restauração da icónica escultura que há mais de três décadas homenageia o homem que vendia jornais pelas ruas da cidade do Porto", acrescenta a Autarquia.

PUB

Em junho de 2021, O Ardina foi alvo de vandalismo, tendo-lhe sido arrancada uma mão e o "Jornal de Notícias" que segurava. As duas componentes da escultura foram recuperadas pela Polícia de Segurança Pública, tendo sido recolhidas pela divisão de património cultural da Câmara do Porto.

A Câmara do Porto acrescenta que, de acordo com a Metro do Porto, na atual localização da estátua, será construída uma entrada para a futura estação S. Bento/Liberdade.

A Linha Rosa ligará S. Bento à Casa da Música, com estações intermédias no Hospital Santo António e Galiza.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG