Solidariedade

Associação JN Solidário e Misericórdia do Porto oferecem computadores a crianças

Associação JN Solidário e Misericórdia do Porto oferecem computadores a crianças

Associação JN Solidário e Misericórdia do Porto unem-se em ação solidária e oferecem equipamentos a famílias que não tinham forma de os comprar.

O "Jornal de Notícias" e a Santa Casa da Misericórdia do Porto associaram-se para fazer quatro crianças mais felizes nesta época de pandemia. Com o apoio da Glintt e da Associação Nacional das Farmácias, foi possível fazer chegar três computadores a duas famílias e, assim, tornar a escola virtual mais próxima dos alunos que de outra forma não teriam acesso a este equipamento informático.

Em Milheirós de Poiares, Feira, Paulo, 50 anos, e Fátima, 48, tudo fazem pela sua "menina". Mas a viverem apenas com o salário dele, "por mais que se estique", o dinheiro nunca sobrou para comprar um computador à Beatriz, de 15 anos.

Até que a Associação JN Solidário ligou a Paulo e disse-lhe que tinha um computador para oferecer à filha. "Nem queria acreditar! Fiquei sem palavras", desabafa, comovido.

Beatriz, que tem assistido às aulas virtuais "pelo computador emprestado do primo", ficou radiante. "É muito bom! Vai dar-me muito jeito", confessou.

Crescimento dos pedidos

PUB

Domingos de Andrade, diretor do "Jornal de Notícias" (JN), garante que nas últimas semanas se nota "um forte crescimento dos pedidos de ajuda" que chegam diretamente ou encaminhados por instituições e autarquias. "Como jornal de proximidade, comprometido com a população, o JN tem procurado contribuir através da associação para dar resposta a situações emergentes".

Em Avintes, Gaia, Fabiana, de 12 anos, Yara, de 9, e Ivan, de 7, andavam a revezar-se no telemóvel da mãe para conseguirem assistir às aulas. "Com esta história da escola virtual, os dias são de loucos só com um computador e um telemóvel", conta a mãe, Diana, de 31 anos.

Ainda para mais, porque Ivan, inserido no ensino especial, carece de uma maior atenção. Aliás, dos três irmãos foi o que mais vibrou com os dois computadores deixados à família.

Diana e o marido, Bruno, já tinham tentando comprar um computador usado, mas a pandemia atirou-os para o desemprego.

O provedor da Misericórdia do Porto, António Tavares, destaca: "Temos, ao longo dos tempos, feito muitas parcerias de sucesso com o JN, mas nunca nenhuma com estas características, com impacto na formação de jovens que amanhã terão responsabilidades e que não se vão esquecer deste momento".

Associação gera entreajuda com apoio de leitores

A Associação JN solidário foi criada, em agosto de 2017, com o principal objetivo de gerar entreajuda. Na prática, contamos com a generosidade dos leitores do JN para ajudar a colmatar as dificuldades de quem mais precisa. As ajudas financeiras podem ser entregues diretamente nos nossos balcões, em cheque passado à ordem da Associação JN solidário, remetido para Edifício JN, Rua de Gonçalo Cristóvão n.º 195/219 - 2.º andar, 4049-011 Porto. Ou depositadas na conta com o IBAN: PT50 0033 0000 4551 4446 1190 5.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG