Porto

Bebé Salvador está bem e deve deixar o hospital daqui a 15 dias

Bebé Salvador está bem e deve deixar o hospital daqui a 15 dias

Bebé que nasceu três meses após a morte da mãe no S. João, já fez teste do pezinho.

Salvador, o bebé que nasceu de uma mãe em morte cerebral, fez o teste do pezinho na sexta-feira e o resultado deu ainda mais força à família: é saudável e tudo indica que poderá ir para casa daqui a duas semanas. Quem relata a mais recente evolução é Maria de Fátima Branco, a avó que ainda só viu o neto através de fotografias que o pai, Bruno Sapalo, envia.

"É parecido com a minha filha [Catarina, mãe do bebé]. Tem os olhos rasgados", contou ao JN, sem esconder a emoção.

A avó confessa que ainda não está preparada para visitar o neto, que nasceu no dia 28 de março. "Foram três meses naquela situação. Quero ir de coração limpo para poder olhar para ele e não pensar em mais nada", acrescentou.

O JN contactou o Hospital de S. João para mais esclarecimentos sobre a evolução clínica de Salvador, mas não obteve resposta.

Aquando do parto, realizado às 31 semanas de gestação, Salvador pesava 1,7 quilos e media 40 centímetros. Quando nasceu, tinha algumas dificuldades respiratórias, mas o seu estado de saúde evoluiu favoravelmente. Um dia após o parto, já respirava sozinho.

A mãe, Catarina Sequeira, de 26 anos, teve um violento ataque de asma. Esteve no Hospital de Gaia mas, com o agravar do seu estado de saúde, entrou em coma profundo e, posteriormente, em morte cerebral. O óbito foi declarado um dia após o Natal, mas a família optou por continuar com a gravidez, na altura com 19 semanas.

Junta de Freguesia de Crestuma dá roupa a Salvador

A Junta de Freguesia de Crestuma, em Gaia, de onde era natural Catarina Sequeira, está a acompanhar o estado de saúde de Salvador, que ficará com o pai, Bruno Sapalo. Ao JN, Manuel Azevedo, presidente da Junta, garantiu que está a preparar uma entrega de roupa para o pequeno. De acordo com o presidente, a prenda será entregue à família ainda esta semana.