Incentivo

Câmara do Porto patrocina descontos no comércio

Câmara do Porto patrocina descontos no comércio

A Câmara do Porto vai patrocinar descontos em lojas do comércio tradicional, restaurantes, cafetarias, barbearias e salões de cabeleireiro. O segundo programa de incentivo à atividade comercial é votado na segunda-feira, em reunião do Executivo. A Câmara prevê investir até 500 mil euros. A campanha começa a 3 de maio e prolonga-se até 30 de julho.

"A campanha consiste na entrega de vales de desconto aos comerciantes aderentes. Por cada 20 euros em compras, são descontados 2 euros diretamente ao cliente", especifica a Autarquia.

A medida será válida apenas para estabelecimentos comerciais com porta aberta para a rua e com dimensão nunca superior a 250 m2.

"O Município assume o desconto imediato de 2 euros em todas as compras de valor igual a 20 euros e, assim sucessivamente, em múltiplos de 20 euros, até ao limite máximo de 100 euros por compra, efetuadas nos estabelecimentos anteriormente referidos", acrescenta a Câmara.

Os moldes deste apoio são idênticos aos do programa de incentivo que esteve em vigor entre 14 de dezembro e 6 de janeiro, mas com alargamento do universo de estabelecimentos que podem aderir. Além de estabelecimentos comerciais tradicionais e locais, também restaurantes, cafetarias, barbearias, salões de cabeleireiro, esteticistas e atividades de bem-estar físico podem integrar o programa.

"O encorajamento ao consumo por via de um programa de descontos suportados pelo Município, consubstancia uma medida de incentivo, promoção e dinamização da atividade comercial e económica e de apoio na atenuação de prejuízos, que se afigura benéfica para o atual e futuro desenvolvimento das suas atividades e para a continuidade dos respetivos negócios", afirma Ricardo Valente, vereador da Economia, Turismo e Comércio, que assina a proposta.

"Nas normas e condições de acesso ao programa, estabelece-se que a adesão vai ser realizada através do preenchimento de formulário próprio, e que o reembolso será efetuado mediante a apresentação das cópias das faturas", especifica a Câmara do Porto.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG