Autarquia

Câmara do Porto quer transformar Antigo Reservatório da Pasteleira num museu

Câmara do Porto quer transformar Antigo Reservatório da Pasteleira num museu

A Câmara do Porto quer adquirir o Antigo Reservatório da Pasteleira por 2,2 milhões de euros, com o objetivo de transformar a estrutura num espaço museológico com uma área de exposição alargada e um auditório.

Na proposta, a que a agência Lusa teve acesso esta quarta-feira e que vai ser discutida na reunião do executivo de segunda-feira, o município explica que, para "o prosseguimento deste projeto é fundamental a aquisição deste imóvel que virá enriquecer e diversificar o património e a oferta cultural do município".

Para este antigo reservatório, refere a autarquia, "foi desenvolvido um projeto de musealização orçamentado em 97.253 euros, baseado na valorização das características únicas do espaço e dos elementos arquitetónicos existentes, como tema para a criação de suportes expositivos e de uma área de exposição alargada, que integrará um espaço de exposições temporárias e um espaço-auditório".

O imóvel integrou o capital social da empresa municipal CMPEA - Empresa de Águas do Município do Porto, que realizou obras profundas de valorização patrimonial do edificado em causa, no valor de mais 1,4 milhões de euros.

Nesse sentido, autarquia propõe submeter à deliberação da Assembleia Municipal a autorização para a aquisição deste prédio, pelo valor de 2,2 milhões de euros, condicionada a visto prévio do Tribunal de Contas.

Segundo a proposta, "o prédio suprarreferido ocupa uma parcela de terreno, parte do Reservatório da Pasteleira, com a área global de 5.380 metros quadrados, que inclui uma construção com a área bruta privativa de 72 metros quadrados e área dependente de 1.358 metros quadrados, sendo a área descoberta de 3950 metros quadrados".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG