Transportes

Candidaturas ao passe família no Grande Porto abrem a 25 de maio

Candidaturas ao passe família no Grande Porto abrem a 25 de maio

As candidaturas para requerer o passe família no Grande Porto abrem a 25 de maio. O título passa a ser válido a 1 de junho.

O lançamento da assinatura familiar ficou suspenso devido à pandemia de covid-19 e os pedidos de candidatura para requerer o título nunca chegaram a avançar, explica a Área Metropolitana do Porto em resposta ao JN.

Neste sentido, o processo avança agora a 25 de maio nas lojas Andante, bilheteiras CP com venda Andante e pontos de venda Andante dos Municípios. "Estarão asseguradas todas as medidas de proteção no atendimento aos utentes", garante a autoridade dos transportes, acrescentando que a assinatura será alterada no momento da sua requisição, já que cada um dos elementos do agregado deve ser portador de um cartão Andante prateado em PVC.

No momento da candidatura são necessários os documentos de identificação de todos os membros da família e um documento comprovativo da composição do agregado familiar emitido pela Autoridade Tributária.

Caso o requerente não tenha confirmado os dados do agregado familiar no site da Autoridade Tributária, é necessário apresentar também a certidão de domicílio fiscal para cada um dos elementos do agregado.

Como já tinha sido anunciado anteriormente, a assinatura familiar destina-se aos agregados familiares com três ou mais elementos que utilizem os transportes públicos da região. A assinatura irá avançar com dois preços: passe família municipal ou 3Z por 60 euros ou passe metropolitano por 80 euros.