Exclusivo

Cerca de 500 pessoas foram tratadas em casa pelo São João

Cerca de 500 pessoas foram tratadas em casa pelo São João

Serviço está sediado no Polo de Valongo e desloca-se para as áreas dos Agrupamento de Centros de Saúde Valongo/Maia e Porto Oriental.

Cerca de 500 pessoas já foram assistidas no domicílio pelo Serviço de Hospitalização Domiciliária do Hospital de São João, em dois anos de funcionamento. Mais de seis mil visitas médicas foram realizadas e a provar o sucesso da nova resposta hospitalar está o facto de o número de internados passar a partir de agora dos 10 para os 15 doentes.

"Gosto mais de estar em casa, porque aqui vejo o meu neto", diz José Brito, que recebe os cuidados hospitalares em casa, em Moreira da Maia. Eliana Pedrosa sente-se também mais confortável no domicílio, em pleno centro do Porto, "por desta forma estar sempre com o filho de oito anos". Enquanto o enfermeiro Agostinho Rodrigues limpa o cateter, o médico Gonçalo Rocha explica a Eliana que esta será a última visita. "Vai ter alta e vai fazer a sua vida normal, mas dentro de três semanas será avaliada em consulta externa para ver se houve alguma alteração na sua situação clínica", refere o médico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG