Exclusivo

Concurso para painéis publicitários no Porto contestado

Concurso para painéis publicitários no Porto contestado

JCDecaux apresenta providência cautelar para travar procedimento da Câmara do Porto, tendo em vista a concessão do mobiliário urbano.

A empresa JCDecaux apresentou uma providência cautelar em tribunal para travar o concurso lançado pela Câmara do Porto de Concessão de Utilização Privativa do Domínio Público Municipal para Instalação, Manutenção e Exploração de Publicidade em Mobiliário Urbano. A empresa que durante mais de 30 anos tinha o exclusivo na colocação de painéis e outdoors nas paragens de autocarros contesta a forma como decorreu o processo de atribuição por lotes. O concurso foi lançado com um preço-base global de 12,7 milhões. Foi anunciado também que nenhuma empresa poderia ficar com mais do que um lote.

De acordo com fonte da empresa, a providência deu entrada em tribunal no dia 26 de maio, um dia depois de a Autarquia ser informada da intenção da JCDecaux contestar o resultado. Contactada pelo JN, a Câmara afirma desconhecer a existência da reclamação feita judicialmente e recusa comentar o assunto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG