Estragos

Decorações natalícias disfarçam infiltrações em escola básica do Porto

Decorações natalícias disfarçam infiltrações em escola básica do Porto

Na escola básica S. Miguel de Nevogilde, no Porto, as decorações natalícias ajudam a minimizar o impacto dos estragos provocados pelas infiltrações.

No corredor e no refeitório, há pais Natal pendurados no teto para disfarçar buracos. Pelo chão, são ainda visíveis baldes, ornamentados com riscas brancas e vermelhas.

O caso foi denunciado na página de Facebook "Porto. O lado abandonado da cidade", que atribui aos funcionários da escola os créditos pela "solução criativa". No entanto, nos comentários da publicação lê-se que a ideia terá partido da associação de pais. O JN tentou, sem sucesso, falar com a associação de pais e com a direção da escola básica, na qual estudam 509 alunos.

De acordo com a Câmara do Porto, "recentemente foi identificado como crítico, severo e estrutural o problema de infiltração de água e as situações daí decorrentes, agravadas pelo facto do recreio ser na cobertura do próprio edifício escolar", tendo sido encomendado um "estudo de levantamento de patologias".

"A primeira fase deste relatório, concluído em final de agosto de 2019, refere-se à inspeção e diagnóstico de patologias das coberturas de drenagem e águas pluviais, a que se seguiu a segunda fase que deu origem à proposta de correções das patologias, apresentada em finais de novembro de 2019", esclarece a Autarquia.

Assim, neste momento, decorrem "trabalhos para o lançamento do projeto e programa de concurso para posterior lançamento da empreitada". A Autarquia realça que, em 2012, a escola de Nevogilde foi alvo de obras de "reconstrução e ampliação", num investimento que rondou os 3,5 milhões de euros.

Entretanto e para mitigar alguns dos problemas atuais, a Câmara do Porto realizou algumas intervenções na escola. Entre elas: reparação do piso do campo de futebol, alteração das áreas de circulação de pisos exteriores, vedação no recreio exterior e substituição de escadas de relva por betão.

Outras Notícias