Exclusivo

Doutorandos pagam taxa de 500 euros para defender tese

Doutorandos pagam taxa de 500 euros para defender tese

O pagamento de uma taxa de 500 euros para entregar e defender a tese de doutoramento na Universidade do Porto (UP) está a criar revolta entre os alunos. Alguns já pediram a redução do valor ou até a isenção do mesmo perante a situação pandémica, já que as defesas estão a ser feitas online. A instituição diz que os custos se mantêm.

"Acharam que não se justificava o custo e tentaram apelar à reitoria, mas disseram que não estava prevista a redução", conta Ana Isabel Silva, de 26 anos, aluna de doutoramento no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S), dando nota de que o valor nunca variou muito.

Questionada pelo JN, a UP diz que o valor "tem por base os custos estimados com o tempo de serviço necessário aos três membros do júri para estudo, análise, verificação e argumentação da tese de doutoramento". De acordo com os alunos, a justificação da reitoria prendia-se sempre com as deslocações do júri necessárias à marcação de presença na defesa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG