Exclusivo

Dúvida recai na "margem de manobra" de inserção da nova ponte

Dúvida recai na "margem de manobra" de inserção da nova ponte

Disponível para colaborar com a Metro do Porto e com os projetistas da sétima travessia sobre o Douro, a grande dúvida da Faculdade de Arquitetura recai em saber qual a "real margem de manobra" que poderá existir na inserção da ponte do lado portuense. Adão da Fonseca, concorrente excluído e que contestou a decisão, confessa ter desistido dos tribunais, mas admite contribuir.

"A nossa grande dúvida é sobre até que ponto há, efetivamente, possibilidade de, nesta fase do projeto, fazer as alterações que consideramos essenciais para resolver as grandes questões presentes no caderno de encargos", admite Teresa Cálix, vice-diretora da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP). As preocupações da faculdade, conhecidas desde que foram anunciadas as três propostas melhor classificadas no concurso público, prendem-se na inserção da nova ponte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG