O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Empresário insiste em hotel que Câmara do Porto diz não ser possível

Empresário insiste em hotel que Câmara do Porto diz não ser possível

Domingos Névoa afirma que dentro de dias assina contrato para o edifício, no Porto, que era para ser hospital. Autarquia reitera que PDM não permite.

O imponente edifício que está prestes a ser concluído nas imediações do Estádio do Dragão, em Campanhã, no Porto, pela construtora ABB-Alexandre Barbosa Borges, de Braga, e que originalmente se destinava a um hospital do Grupo Trofa Saúde, está destinado a um hotel. O empresário Domingos Névoa, também de Braga, que comprou o prédio à ABB, adiantou ao JN que tem duas "boas propostas de empresas com credibilidade da área hoteleira". "A decisão está quase a ser tomada, dentro de dias assinámos contrato", referiu, salientando que a pandemia atrasou o processo em alguns meses. O problema é que a Câmara reitera que naquela zona o Plano Diretor Municipal (PDM) não permite um hotel.

O documento determina que aquela zona está reservada a equipamentos. Confrontado com esta situação, Domingos Névoa, neste caso em nome da empresa Predi 5 (do seu universo empresarial), disse que não faz sentido que não se possa alterar o PDM de modo a acolher um hotel, cujo impacto em termos ambientais ou urbanos é semelhante ou inferior ao de uma universidade, por exemplo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG