Exclusivo

Escavações põem a descoberto 13 soldados franceses

Escavações põem a descoberto 13 soldados franceses

A descoberta das ossadas de 13 soldados franceses que integraram as invasões napoleónicas de há 200 anos está a animar os arqueólogos, que nos últimos anos não tem tido falta de trabalho, devido aos muitos projetos de requalificação urbana realizados no Porto.

As escavações são obrigatórias sempre que um edifício entra em obra, mas nem sempre as prospeções têm resultados animadores.

Os materiais encontrados não passam na maioria dos casos de peças de cerâmica ou metálicas e nem sempre antigas, devido ao facto de a cidade ter estado em constante transformação e ampliação ao longo dos séculos. "Até hoje, tínhamos encontrado essencialmente fundações de edifícios anteriores às atuais construções ou então vestígios de antigas unidades industriais, muitas vezes com fornos e restos de chaminés", conta Nuno Gomes, arqueólogo da empresa Civitas, responsável pelo achado dos esqueletos dos militares em contexto de obra, na Rua de S. Miguel.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG