Socorro

Inalação de gás em lavandaria de hospital faz dois mortos no Porto

Inalação de gás em lavandaria de hospital faz dois mortos no Porto

Duas pessoas foram encontradas mortas esta quarta-feira de manhã, na lavandaria do Hospital Magalhães Lemos, na freguesia de Aldoar, no Porto.

Na origem da ocorrência terá estado a inalação de monóxido de carbono, no Hospital Magalhães Lemos, no Porto. Dois trabalhadores perderam a vida na lavandaria da unidade hospitalar. O alerta foi recebido perto das 10 horas.

Os trabalhadores eram dois homens de 52 e 60 anos.

A prestar socorro no local está o INEM, os Sapadores do Porto e os Voluntários Portuenses, no total de 21 homens e sete viaturas.

A PSP está a investigar as causas do acidente.

Hospital lamenta o acidente

"O SUCH lamenta o ocorrido e apresenta as suas sinceras condolências aos familiares das vítimas, que já foram pessoalmente informadas do sucedido", diz em comunicado o Conselho de Administração do Hospital Magalhães Lemos. Acrescenta que "ainda não é possível apurar as causas do incidente que vitimou duas pessoas" e que as "instalações são alvo de procedimentos de auditoria rigorosos e exigentes, estando devidamente licenciadas, contemplando nomeadamente sistema de deteção de gás".

No comunicado pode ler-se ainda que "além das diligências já em curso, o SUCH está empenhado em colaborar com as autoridades competentes, no sentido de apurar a causa do ocorrido, desenvolvendo todos os esforços colaborativos no processo".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG