Porto

Filhos falidos estão de regresso a casa dos pais

Filhos falidos estão de regresso a casa dos pais

Arranjaram emprego, casaram, compraram casa e tiveram filhos. As taxas de juro subiram, veio o desemprego e o desespero dominou. Saída? Voltar à casa dos pais. Bairros sociais na Área Metropolitana no Porto são o reflexo do que se passa por todo o país.

Em Gondomar, a responsável pela habitação social afirma que os pedidos de coabitação - normalmente, filhos e netos que regressam a casa de familiares -, só este ano, são 86. Em Valongo, desde o início do ano, houve 125 pedidos de casa, sete de pessoas que queriam voltar à casa dos pais.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG