Exclusivo

Fonte do século XVII encontrada nas escavações para o metro remontada na Praça da Galiza

Fonte do século XVII encontrada nas escavações para o metro remontada na Praça da Galiza

Os elementos que vão sendo encontrados nas escavações arqueológicas que decorrem na Praça da Liberdade, na Baixa do Porto, para a construção da Linha Rosa do metro, estão a ser removidos e serão remontados para a decoração de vários espaços públicos. A Fonte da Natividade, por exemplo, que foi encontrada em março, vai embelezar a entrada da futura estação da Praça da Galiza.

"Inicialmente ainda se pensou que a fonte pudessem ficar no interior da estação mas a verdade é que a dimensão da estrutura é maior daquela que estava documentada", explicou ao JN Iva Botelho, arqueóloga da Metro do Porto. Ao contrário do que aconteceu no início da construção da rede e da Linha Azul, em que a estrutura do antigo Poço ou Arca de Água de Mijavelhas, um reservatório de água construído no século XVI, foi aproveitado para decorar o interior da estação do Campo 24 de Agosto aqui a solução será diferente.

"A Estação do Campo de 24 de Agosto foi construída de raiz e já com o objetivo de albergar essas ruínas. Aqui na construção da Linha Rosa temos já um projeto de execução, com dimensões já estabelecidas que não comportam o tamanho da Fonte da Natividade", acrescenta a arqueóloga.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG