Porto

Francesinha cria água nas bocas americanas

Francesinha cria água nas bocas americanas

Iconoclasta, um jornalista americano escreveu, no segundo maior jornal metropolitano dos EUA, que esqueceu o vinho do Porto como referência maior da Invicta. Porque outro mais alto e mais calórico valor se alevantou, a francesinha carregada de molho.

Charles Perry, veterano repórter do jornal americano "LA Times" que se formou a escrever sobre rock na revista "Rolling Stone", nos anos 70, esteve no Porto e mergulhou de cabeça num prato. Do alto e destemidamente. Quando veio à tona, ainda estonteado por aquilo que comeu, disse: "O resultado é uma sinfonia de sabores com carnes fumadas e curadas envoltas num molho picante de pelúcia e muito queijo derretido". De que é que o homem fala? De "uma desavergonhada bomba de proteínas": a francesinha.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG